Cidades

Mais de 70% de acidentados com motos em cidade baiana estavam alcoolizados, afirma cirurgião

Em torno de 72% dos acidentados que dão entrada no principal hospital de Feira de Santana por quedas de motocicletas estavam alcoolizados.

Imagem de destaque da notícia
Em torno de 72% dos acidentados que dão entrada no principal hospital de Feira de Santana por quedas de motocicletas estavam alcoolizados. O dado foi informado ao Acorda Cidade, parceiro do Bahia Notícias, pelo cirurgião bucomaxilofacial Thiago Leite e são referentes a 2023. A segunda principal causa de internamento por acidentes deste tipo é o não uso do capacete.

No ano passado, o Samu de Feira de Santana atendeu 1,7 mil casos com motociclistas acidentados, um aumento de 30,27% em relação ao ano anterior. Os acidentes envolvem batidas com carros, ônibus, bicicletas, caminhões ou atropelamentos que têm também a moto na participação dos registros.

Conforme o cirurgião, só ele participou de mais de duas mil cirurgias de reconstrução de face por traumas originados por acidentes de moto. Os procedimentos costumam ser os que apresentam maior nível de gravidade, uma vez que, geralmente, o motociclista está em uso de bebida alcoólica e sem o uso do capacete, o que aumenta em 100% a gravidade das lesões.

Só em 2023, foram 480 cirurgias de reconstrução facial no Hospital Geral Clériston Andrade (HGCA). Desses pacientes, 85% são do sexo masculino e com menos de 31 anos.

Fonte: Bahia Noticias

Comentários

Leia estas Notícias

Acesse sua conta
ou cadastre-se grátis