Tribuna

Bolsonaro recebe grupo de trabalho das rádios comunitárias e promete atender demandas

Por Antonio Carlos em 15/11/2021 às 11:28:47

O presidente Jair Bolsonaro (Sem partido) recebeu na quinta-feira, 11 de novembro, em audiência, a comitiva do Grupo de Trabalho das Rádios Comunitária, juntamente com o ministro da Cidadania, João Roma. O encontro perseguido por quase duas décadas pelos dirigentes das rádios se constitui em um marco histórico.

Na conversa com o presidente, os dirigentes encaminharam a pauta que sugere a reformulação da Radiodifusão Comunitária no Brasil. Na relação de reivindicações consta, entre outros itens, a abertura de novas frequências, aumento de potência e permissão para veiculação de publicidade para conferir sustentabilidade ao funcionamento dos canais de comunicação.

O conjunto de reivindicações apresentadas ao presidente integra uma minuta de Medida Provisória entregue ao chefe do Executivo para que seja analisada pela equipe de governo antes da tramitação. Segundo comentou o presidente Jair Bolsonaro, aquilo que estiver coberto pelo manto da legalidade será prontamente atendido, em um gesto democrático inédito.

Representantes do setor exaltaram unanimemente o gesto do presidente em recebê-los durante audiência, uma tentativa histórica que vinha se frustrando ao longo dos últimos anos.

Para o consultor jurídico do Grupo, Flávio Perin, o encontro ganha importância histórica por quebrar uma resistência de décadas. Perin está confiante na receptividade do presidente quanto às sugestões encaminhadas na formulação de atos que beneficie as emissora de radiodifusão comunitária.

Coordenador geral do Grupo de Trabalho, Jairo Bispo dos Santos, demonstrou otimismo com a reação do presidente e do ministro João Roma. Bispo defende o amplo diálogo com todos os segmentos para fortalecimento do setor.

"Como nunca foi feito antes, além de ter nos recebido, o presidente Bolsonaro se comprometeu a contribuir para que as emissoras ganhem fôlego em todo país. Saímos do seu gabinete com sorriso nos lábios", relatou.

Atualmente no país existem mais de 4,5 mil rádios comunitárias em operação legal.

Comunicar erro

Comentários