Esporte

Rogério Ceni se mostra preocupado com a quantidade de jogos decisivos durante o mês: "Serão dias difíceis"

Neste domingo (3), o Bahia venceu o Jacuipense, na Arena Fonte Nova, pela última rodada da fase de classificação do Campeonato Baiano.

Imagem de destaque da notícia
Neste domingo (3), o Bahia venceu o Jacuipense, na Arena Fonte Nova, pela última rodada da fase de classificação do Campeonato Baiano. O Esquadrão irá enfrentar o Jequié nas semifinais da competição

Em entrevista coletiva, Rogério Ceni iniciou falando sobre sobre a maratona de viagens que o Bahia terá dentro de curto período de tempo e como isso pode resultar na perda de desempenho físico por parte dos atletas.

"A gente já vem de uma maratona grande de jogos e seguirá. As viagens atrapalham porque você acaba caindo um pouco mais na parte física. Até o final do mês teremos jogos de três em três dias e a parte fisiológica preocupa a todos nós. Vamos torcer para que a gente continue sem lesões para ter o máximo de jogadores disponíveis. Em todas as frentes a gente sempre tem que vencer. Temos um jogo decisivo no Baiano, temos um jogo decisivo na Copa do Brasil e tem dois jogos importantes contra o Ceará e o Vitória (...) Serão dias difíceis e a gente espera fazer o melhor possível e entregar os melhores resultados possíveis para o torcedor do Bahia"

Questionado mais uma vez sobre a mudança da equipe durante as competições, Ceni novamente explicou sobre a rodagem que tem feito no grupo e diz ser uma forma de sobreviver ao calendário. O treinador também comentou sobre a ausência de Everton Ribeiro na partida deste domingo.

"O Everton não tinha condições de atuar hoje, ele estava com um pequeno incômodo, eu acredito que amanhã ele já esteja treinando normalmente. Alguns ficaram fora da relação porque vinham em uma sequência pesada de jogos, e nós achamos que com o time que foi montado era o suficiente pra gente vencer o jogo. Demos 45 minutos pro Caio, demos 45 minutos pro Rezende, pois ainda temos dúvida em quem vai começar no próximo jogo, vamos analisar hoje à noite. Tentamos oportunizar garotos, que muitos de vocês até cobram a gente para dar mais oportunidades, para que cada um tenha seu tempo e podermos fazer uma análise sobre eles. Hoje o Caio teve alguns minutos, não muitos, para que a gente possa analisar e fazermos uma análise, não só nesse campeonato, mas também para o Campeonato Brasileiro. É muito jogo, de três em três dias é pesado, com um desgaste mental muito grande, as vezes é uma pressão que nós mesmos nos colocamos por querer triunfos e isso cansa. Vamos tentar sempre fazer o nosso melhor."

Analisando os dois últimos jogos do Bahia, Rogério fez uma análise sobre a útliziação de Biel no lugar de Cauly Oliveira

"Em termos de criatividade, o Biel é um jogador que tem boa técnica, domina, gira, tem o drible. Lógico que ele não tem uma aceleração de 10 como o Cauly, mas ele sabe receber entre linhas. Hoje ele não fez a função exata do Cauly, mas ele jogou de fora mais pra dentro, para deixar o Estupiñan mais próximo da função de origem que é o 9 que contrataram. O Biel fez bem a função, fez gol e talvez tenha sido o jogador que teve mais lucidez e que criou as melhores jogadas. Foi um bom jogo e fico feliz por ele ter feito o gol, ele sempre dá assistências e hoje ele conseguiu fazer o gol e é bom para dar confiança pra ele. É importante ter o Biel pra gente nos próximos jogos, se não começar jogando ele entra em um e começa no outro, como viemos fazendo"

Sobre novas contratações, Rogério Ceni se diz atento ao mercado e que a conversa com a diretoria internamente, mas prega cautela no momento.

"Todo mundo vê onde a gente precisa de um ou outro nome, mas o mercado não está fácil, tá caro, ta difícil. A vida não é como as pessoas falam, as pessoas dizem que temos 300 milhões mas não funciona desse jeito. É difícil para quem administra, é difícil para quem cuida da parte financeira, cada um tem os seus limites e nós estamos tentando equacionar, mas em matéria de resultado estamos conseguindo entregar na maioria das vezes os triunfos para podermos jogar um futebol de melhor padrão no futuro

Com o resultado da partida, o Bahia de Rogério Ceni deteve a melhor campanha do Baianão 2024, triunfando sobre o Jacuipense, que termina a primeira fase em oitavo colocado com 9 pontos.

Comentários

Leia estas Notícias

Acesse sua conta
ou cadastre-se grátis