Tribuna

Polícia Federal abre inquérito para investigar se Bolsonaro prevaricou em caso da Covaxin

Por Antonio Carlos em 12/07/2021 às 20:48:00

A Polícia Federal instaurou um inquérito para investigar se o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) cometeu o crime de prevarica√ß√£o durante as negocia√ß√Ķes do governo para comprar a vacina Covaxin, que foram denunciadas por possíveis irregularidades.

Prevarica√ß√£o é quando um agente público retarda ou deixa de agir contra alguma irregularidade na inten√ß√£o de satisfazer interesses pessoais.

A investiga√ß√£o acontece depois que o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) afirmou, em plena CPI da Covid, ter alertado ao presidente de que haviam irregularidades e press√Ķes anormais na negocia√ß√£o, mas nada foi feito.

Agora, a PF investigar√° se Bolsonaro realmente foi informado sobre o caso e se tomou as medidas necess√°rias sobre o assunto. A investiga√ß√£o foi ordenada pela Procuradoria Geral da República (PGR) depois que a ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal (STF), cobrou uma manifesta√ß√£o sobre a notícia-crime que tr√™s senadores apresentaram à Corte.

O caso ser√° conduzido dentro da PF pela Diretoria de Investiga√ß√£o e Combate ao Crime Organizado, setor que cuida de inquéritos que envolvem pessoas com foro, caso do presidente.

Comunicar erro

Coment√°rios